Remoção compulsória | 28/01/2021
Empregados do Banco do Brasil não podem ser removidos para unidades distantes da sua residência

A partir do anúncio do plano de reestruturação do Banco do Brasil, muitos empregados e empregadas da instituição passaram a se preocupar com a possibilidade de serem transferidos para outras unidades em cidades distantes do seu domicílio. Entretanto, a Fetrafi-RS esclarece que há decisão judicial impedindo essa remoção compulsória.

De acordo com o assessor jurídico da Federação, Milton Fagundes, há uma liminar concedida pelo Tribunal Regional do Trabalho à Fetrafi-RS que garante que os caixas e escriturários não sejam transferidos de cidade e que, caso não haja outra possibilidade (quando não há nenhuma agência do Banco no município), que a distância do novo posto de trabalho não exceda os 50km do local de residência do(a) empregado(a).

“Essa decisão está vigorando plenamente e tem que ser cumprida pelo Banco, independentemente de qualquer reestruturação”, frisa o assessor jurídico. A Federação e os sindicatos da categoria continuarão trabalhando para manter a decisão judicial e para que o plano de desmonte do banco não se concretize.

Participe da mobilização e paralisação desta sexta-feira contra a reestruturação do Banco do Brasil!
 

OUTRAS MATÉRIAS
Banco do Brasil | 10/05/2021
Lucro do BB cresceu 44,7% e ultrapassou os R$ 4,9 bi no 1º trimestre
Vídeo do presidente do Banco do Brasil soa como jogada de marketing para agradar funcionários, que dizem que a prática é totalmente diferente
Gratificação de Caixa do Banco do Brasil | 07/05/2021
Liminar garante gratificação aos (às) caixas do BB
A Fetrafi-RS, representando seus sindicatos filiados, e o Sindbancários Porto Alegre e Região Metropolitana conquistaram uma Decisão Liminar da Juíza Mariana Piccoli Lerina, da 15º Vara do Trabalho de Porto Alegre
Direitos Trabalhistas | 07/05/2021
Liminar garante gratificação aos (às) caixas do BB
Caixas com mais de 10 anos de função até 2017 são os beneficiários da decisão. Outra ação busca ampliar direito.