Atenção! O Portal dos Bancários RS utiliza cookies neste site, eles são utilizados para melhorar a sua experiência de uso e estatísticos.

Teletrabalho | 26/05/2023
Banrisul suspende mudança no regime de teletrabalho que entraria em vigor em 1° de junho

Vitória dos trabalhadores(as), mas a mobilização precisa continuar. Após pedido dos(as) empregados(as) da área de Tecnologia da Informação (TI) e do Movimento Sindical, o Banrisul aceitou suspender o retorno ao regime de trabalho presencial a partir do dia 1° de junho. No entanto, de acordo com o banco, mudanças no modelo vigente serão necessárias. O Banrisul informou ainda que irá dialogar com o movimento sindical para encaminhar a pauta. 

“O Banrisul teve bom senso em suspender a medida. Uma mudança no regime de teletrabalho não pode ser definida de maneira apressada. Seguiremos mobilizados junto com os empregados para encontrar a melhor solução na mesa de negociação com o banco”, afirma a diretora da Fetrafi-RS, Raquel Gil. 

Na última sexta-feira (19), os empregados do banco haviam recebido comunicado de que o modelo de trabalho híbrido seria alterado já no mês junho. A notícia gerou revolta dos empregados. Ao saber da alteração, os(as) empregados(as) da área de TI se mobilizaram rapidamente e arrecadaram 448 assinaturas em um abaixo-assinado contrário à decisão do Banrisul. Na última segunda-feira, 23, mais de 300 empregados e empregadas da área de Tecnologia da Informação (TI) do Banrisul atenderam à convocação do SindBancários de Porto Alegre para a realização de uma plenária sobre as mudanças no sistema de teletrabalho impostas pelo Banco. 

Reflexo desta mobilização, o Comando dos Banrisulenses realizou reunião com o Banrisul na última quarta-feira, 24, para discutir o tema. Os membros do movimento sindical questionaram a medida repentina por parte do banco e destacaram o impacto que a decisão poderia provocar na vida dos empregados e também na atividade da empresa.  

Para o Sindicato, não estão claros os critérios utilizados pelo Banco para basear a decisão. “Nos parece, pela série de relatos que temos recebido até agora, que na maioria dos casos a produtividade dos setores de tecnologia até aumentou, desde que esse sistema híbrido começou a ser aplicado”, reforçou o presidente do SindBancários. Além disso, pontuou, “o Comando dos Banrisulenses tem exigido reiteradamente que o Banco mapeie os postos passíveis de teletrabalho, em todas as áreas, e quais têm maior ou menor grau de necessidade presencial, para as pessoas se organizarem dentro da carreira”.

Atualmente, o teletrabalho é organizado por cada gerência conforme suas demandas, e conta com a exigência de quatro dias de atividades presenciais ao mês, além de prever trabalho remoto integral em alguns casos. A mudança do regime de teletrabalho deve voltar a ser discutido com o Banrisul no mês de junho. Na próxima terça-feira, 30, o Comando dos Banrisulenses terá mesa de negociação com o banco para tratar de PPR. 

OUTRAS MATÉRIAS
Banrisul | 25/07/2024
Banrisul assegura renovação do ACT, mas se esquiva diante de outras demandas
Negociadores do Banco ainda não trouxeram retorno sobre o auxílio solicitado para os funcionários atingidos pelas enchentes
Concurso BNDS | 25/07/2024
Demanda do movimento sindical, BNDES realizará concurso com inscrição a partir de 26 de julho
Depois de 12 anos sem contratações, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social fará provas em 13 de outubro para preencher 150 vagas mais 750 em cadastro de reserva
Campanha Nacional | 25/07/2024
Campanha Nacional: trabalhadores exigem fim de gestão adoecedora nos bancos
Menos metas, mais saúde: 76,5% de bancários consultados declararam terem tido pelo menos um problema de saúde relacionado ao trabalho, no último ano