Atenção! O Portal dos Bancários RS utiliza cookies neste site, eles são utilizados para melhorar a sua experiência de uso e estatísticos.

Mesa Temática | 14/01/2021
Três pautas ficam em aberto na Superterça do Banrisul

Após extensa reunião temática, na Superterça (12), três assuntos ainda ficaram sem repostas do Banco. A Comissão de Negociação do Comando Nacional dos Banrisulenses cobrou esclarecimentos sobre o novo edital com as regras para eleição do representante dos empregados no Conselho de Administração, mudanças em programa da Cabergs e alterações na Remuneração Variável dos ONs. Todos os temas foram anunciados pelo Banco sem qualquer aviso à comissão de negociação.

Eleição para o Conselho de Administração
O Banrisul havia publicado um edital para a eleição no dia 23 de dezembro. No mesmo dia, o SindBancários questionou o edital oficialmente. Após a intervenção, o Banco reconheceu a necessidade de mudança nos prazos e no regulamento, mas ainda não apresentou a nova redação. Segundo os representantes do Banrisul, o novo edital deve sair nos próximos dias. 

Saiba mais aqui

Remuneração Variável 3
Os banrisulenses também foram surpreendidos com o anúncio de mudanças nas regras da Remuneração Variável 3, em plena pandemia. As medidas anunciadas pelo Banco reduzem o montante geral distribuído aos empregados e aumentam o percentual mínimo da meta (pontuação), o que afeta, diretamente, o trabalho dos Operadores de Negócios. Na prática, isso dificulta o acesso à RV3.

Para os representantes dos empregados, neste momento de pandemia, o Banrisul deveria diminuir as metas, já que há sobrecarga de trabalho e os operadores enfrentam dificuldades para fechar negócios em razão da queda de fluxo nas agências e das limitações do home office. 

Cabergs (PROFARM)
A comissão também cobrou dos representantes do Banrisul a falta de diálogo com relação às alterações na Cabergs. No dia 22 de dezembro, sem o assunto transitar sequer no conselho de administração da do Plano, foi enviado mensagem aos beneficiários da Cabergs informando mudanças no Programa de Assistência Farmacêutica (PROFARM). Com a alteração, as compras efetuadas em farmácias deixam de ser descontadas diretamente em folha. Assim, o pagamento deverá ser feito no ato da compra.

O Comando enviou um ofício ao banco e à Cabergs na última sexta-feira, solicitando abertura de diálogo a respeito do tema. Uma alternativa que os sindicalistas apontam é a possibilidade de manutenção do desconto em folha para medicamentos adquiridos com receita para dependentes do beneficiário. 

Os representantes do Banrisul sinalizaram com o agendamento de nova mesa para a próxima semana para se aprofundar essas discussões, após avaliação por parte da Diretoria do Banco.

OUTRAS MATÉRIAS
Campanha Nacional dos Bancários | 05/07/2022
Banrisulenses aprovam pauta de reivindicações
Minuta foi discutida no Encontro Nacional realizado pelo Zoom
Contraf/CUT | 05/07/2022
Tribunal de Contas abre investigação contra Pedro Guimarães
Ex-presidente da Caixa foi afastado da instituição depois que denúncias de assédio sexual contra empregadas foram publicadas pela imprensa
SindBancários | 05/07/2022
Caso Pedro Guimarães antecipa debate sobre assédio sexual na campanha salarial
Bancários(as) reivindicam inclusão de cláusula específica na convenção coletiva. Negociação com Fenaban sobre o tema começa nesta quarta, 6/07