Atenção! O Portal dos Bancários RS utiliza cookies neste site, eles são utilizados para melhorar a sua experiência de uso e estatísticos.

Saúde | 14/09/2021
Itaú anuncia retorno do grupo de risco ao trabalho presencial e COE é contrária à decisão

Em reunião realizada na tarde de quinta-feira, 9 de setembro, o banco Itaú apresentou à Comissão de Organização do Empregados (COE) a intenção de convocar os trabalhadores do grupo de risco para a Covid-19 ao trabalho presencial ainda este mês. 

Entretanto, os representantes dos empregados se posicionaram contra a decisão arbitrária e alertaram que, caso ocorra de fato, o retorno deve ser de forma gradativa e segura, com base em critérios científicos e imunização superior a 70% da população. "O Banco está impondo o retorno e chamou a COE apenas para comunicar. Nós discordamos da decisão, pois ainda não é o momento. Afinal, para que estão querendo que todos retornem, para demitir funcionários?", aponta o representante da Fetrafi-RS na COE Itaú, Eduardo Munhoz (Dudu).

Desde 1º de setembro, o Banco abriu a possibilidade de que "trabalhadores voluntários" dos prédios administrativos voltem gradativamente aos locais de trabalho. A história, porém, não é bem assim. Segundo o coordenador da COE Itaú, Jair Alves, sindicatos de todo o Brasil relataram denúncias de pressão de gestão para o retorno. "Eles forçam os trabalhadores a se voluntariarem. Nós não iremos tolerar esse tipo de atitudes da chefia”, afirmou.

Membros do movimento sindical também cobraram como o departamento de saúde do trabalhador irá se comportar neste retorno, se haverá testagem e algum tipo de acompanhamento dos funcionários dos grupo de risco. O Itaú informou que existe fiscalização para garantir o respeito aos protocolos de saúde e segurança e que todo o sistema de infraestrutura do Banco permanecerá híbrido, para evitar aglomerações nos escritórios. 

Retorno às agências


O Itaú comunicou aos dirigentes sindicais que irá publicar comunicado sobre o retorno das pessoas do grupo de risco de agências e que tem o ciclo vacinal completo com data opcional a partir de 20 de setembro.

Caso alguém não tenha tomado as duas doses, o banco vai aguardar a data da segunda dose, mais 14 dias, período de imunização completa, para cobrar o retorno. Isso não inclui as gestantes, pois estas não retornarão ao trabalho presencial.
 

Com informações da Contraf-CUT

OUTRAS MATÉRIAS
Setembro Amarelo | 24/09/2021
Saiba o que fazer o e o que não fazer para lidar com o suicídio
Departamento de Saúde do SindBancários POA lança cartilha “Prevenção ao suicídio e promoção da vida”. Acesse o conteúdo aqui
Reforma PEC32 | 24/09/2021
Deputados não chegam a acordo sobre reforma administrativa
Reunião terminou nesta-quarta-feira (22) sem decisão e será retomada nesta quinta-feira (23)
Desigualdade | 24/09/2021
Trabalhadores se espantam com disparidade do Brasil
Campanha Tributar os Super-Ricos foi às ruas para mostrar quem são os bilionários do Brasil, que pagam, proporcionalmente, menos impostos do que os pobres; intervenção foi usada para produção de um vídeo com a reação das pessoas